Porto, 26 de Agosto de 2017

Atendendo às graves insinuações feitas pela Organização yng Sharks no passado dia 25 de Agosto de 2017 onde a Moche Liga Portuguesa de CS:GO, e Moche Taça de Portugal de CS:GO foram acusadas de redigir uma regra com o único objectivo de impedir a Equipa desta mesma Organização de participar nas duas Competições. A Administração da Moche LPGO e Moche TPGO decidiu por bem esclarecer perante toda a Comunidade e perante toda a estrutura yng Sharks os seguintes pontos:

    • A regra em questão (2.7.2 do Livro de Regras Moche LPGO) limita a utilização de numa equipa de 5 elementos durante uma Partida a maioria ser de nacionalidade Portuguesa (ou seja 3 ou mais jogadores Portugueses). Esta regra esclarece ainda que um Jogador estrangeiro só é considerado Português no caso de possuir NIF Português com mais de um ano.

 

    • A regra em questão não foi criada propositadamente para ir contra os objetivos de alguma Equipa ou Organização. Esta regra garante que todas as Equipas envolvidas nas Competições estejam devidamente inseridas no ecossistema Português para participarem naquela que pretende ser a Competição de referência em Portugal no que toca a Ligas de CS:GO. Queremos realçar ainda que em nenhum ponto do Livro de Regras da Moche LPGO e Moche TPGO impede a participação de qualquer Equipa, independentemente da nacionalidade da mesma, idade, sexo, religião ou crenças.

 

    • É falso que uma competição em Portugal para ser legitima está dependente da presença ou não de alguma Equipa, seja ela quem for, se assim o fosse várias eram as Competições que não eram legitimas em Portugal. Acrescentamos ainda que, a legitimidade de uma Competição deve ser determinada por toda a Comunidade, Jogadores e Organizações inseridas na scene Portuguesa, não apenas por uma Entidade.

 

    • Existem várias Ligas Nacionais de referência em vários países Europeus que têm esta mesma limitação na nacionalidade dos participantes, logo não nos parece uma regra discutível muito menos ilegal como foi dito.

 

    • Acrescentamos ainda que este tipo de pressão, com direito a difamações, acusações e ataques sem base à Administração da Moche LPGO e Moche TPGO em nada fará alterar as regras que estão desenhadas e planeadas com uma visão de um Campeonato justo e que pretende juntar as melhores Equipas Portuguesas. Estamos sim abertos a todo o tipo de feedback, desde que feito de forma respeitosa.

 

A Moche LPGO e a Moche TPGO são duas Competições que pretendem dinamizar toda a Comunidade Portuguesa e enaltecer o Counter-Strike: Global Offensive competitivo em Portugal. A Administração da Moche LPGO e Moche TPGO condena veemente este tipo de atitudes/difamações, e acrescentamos que estas em nada contribuem para os Esports e para a evolução da Comunidade Portuguesa que tanto todos desejam.